Menu

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Resenha - Legend


" - Poucas pessoas matam pelas razões certas, June. A maioria faz isso pelas razões erradas. Só espero que você nunca se encontre em alguma dessas categorias. "

Eu adoro distopias e lembro que quando essa trilogia foi lançada, a história recebeu boas críticas, então queria ver se era tão bom assim. E como na maioria das vezes faço, li "Legend", da Marie Lu, Editora Rocco - o primeiro livro da trilogia que leva o mesmo nome - bem depois!
Nela, temos a história contada por dois pontos de vista: June, uma garota de 15 anos, nascida em uma família de elite de um dos distritos mais ricos da República e uma prodígio no círculo militar do país; e Day, um adolescente nascido na favela e o criminoso mais procurado pelo governo.
O ano é 2130 e os EUA é a República. Nesse novo governo, aos 10 anos, as crianças precisam fazer um teste obrigatório para classificá-las. As que falham são mandadas para campos de trabalho - que é o caso de Day! Já June atingiu a pontuação máxima, feito alcançado uma única vez antes.
June, que perdeu os pais, vive com o seu irmão Metias. Ambos fazem parte de uma pequena parcela da população que recebe uma vacina contra uma praga que assola os cantos mais pobres da República. Porém, numa missão de seu irmão, ele acaba morrendo e a única coisa que June pensa é em ir atrás do assassino: Day.
Já Day vive fugindo e tentando ajudar sua família - sua mãe e seus dois irmãos - que pensam que ele está morto. Além disso, junto com ele está uma garota chamada Tess, que o acompanha. Quando a praga começa a chegar perto de sua família, Day precisa arranjar uma cura para eles. Para isso, ele acaba indo até o limite e  na fuga ele atinge um militar com sua faca - Metias, irmão de June.
A história vai nos mostrando os dois lados, com capítulos intercalados narrados por eles. Nessa "caça" de June atrás de Day, eles vão se encontrar e trazer a verdade à tona, mas não será tão fácil assim. E a partir daí, a história passa muito rápido, deixando a gente com vontade de ler o próximo urgentemente: "Prodigy".
A escrita da Marie Lu é super gostosa de se ler e quando vemos, já acabamos. Como distopia tá em alta, é um pouco difícil os autores fugirem da mesmice e apesar de nessa termos vários pontos já vistos antes, como um governo totalitário e controlador, militares poderosos e romance entre duas pessoas totalmente diferentes (e essa última parte para mim foi o ponto mais fraco do livro, desnecessário), acho que a autora consegue levar muito bem o enredo, deixando seus leitores ansiosos para saber mais desse mundo e como vai acabar. Os personagens são muito bem construídos e carismáticos, e o mundo - apesar de não ser totalmente inovador - é interessante.
Mas por distopias estarem em alta, e eu gostar disso, encontramos alguns problemas (e isso não é focado só para esse livro, mas para o gênero atualmente): além de muitas histórias serem parecidas e parecem a mesma coisa só escrita por uma pessoa diferente, acho que a literatura está perdendo um pouco do sentido de porque escrever uma distopia - nos últimos anos, depois do sucesso de Jogos Vorazes, quando só se lançava livros neste estilo, é que não vemos mais aquelas críticas aos governos atuais, aos estilos de vida, aos nossos sistemas. E querendo ou não, o gênero serve para isso, para mostrar e criticar os diversos problemas que temos hoje. Trazendo isso para esse primeiro livro da trilogia, apesar da história ser boa e tudo mais, ela não tem o principal: a crítica. E isso vem me incomodando DEMAIS!
No entanto, recomendo a leitura. Só não esperem um dedo apontando e referências à governos e sistemas atuais.
E esqueci de falar da edição da Rocco, que está lindíssima!!!! Fazia um tempo que não lia um livro da editora com tanta qualidade visual. Poderiam fazer mais livro nessas edições tão bonitas.
Já leram? Gostaram também? Concordam comigo sobre esse último ponto? Quais distopias vocês me recomendam (e que de preferência, tenha essa crítica)?

Até a próxima e boa leitura!
Carol!!!

2 comentários:

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro.
    Adorei a resenha, beijinhos :)

    https://livroseimaginacoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila!

      Se você gosta de distopias, tem bastante chance de curtir esse.
      Muito obrigada pelo comentário!
      Bjss

      Excluir